Termos

Significados

B2B

Refere-se a transações de negócios realizadas entre empresas através da Internet .

B2C

Refere-se à venda de produtos feita na Internet diretamente para o consumidor.

 

BACEN

Banco Central do Brasil.

Back Door

Canal aberto secretamente por hacker para controlar um computador atacado.

Back Orifice

Programa do tipo cavalo de Tróia que permite, entre outras coisas, controle remoto total da máquina atacada.

BACKBONE

Conjunto de redes e sub-redes por onde flui em alta velocidade todo o tráfego da INTERNET.

BACKDOOR LISTING

Termo estrangeiro que significa uma companhia que não poderia preencher as exigências para aceitação numa Bolsa de Valores, consegue entrada pela fusão com uma companhia menor, já aceita. Figurativamente ""entrada pela porta dos fundos"".

Backup

Cópia de arquivos visando sua preservação.

BAGAGEM ACOMPANHADA

Mercadorias incluídas no conceito de bagagem e que viajam no mesmo veículo do passageiro.

BAGAGEM NÃO ACOMPANHADA

Mercadorias que fazem parte da bagagem de um passageiro, chegando ao país por um meio de transporte diferente ao do passageiro.

BAIXA

Tendência do mercado de ações em que, pela predominância da oferta, o preço de um ou mais papéis sofre queda.

BALANÇA COMERCIAL

Resultado das exportações e importações realizadas por um País. Quando as exportações são maiores que as importações registra-se um superávit na balança. O contrário significa déficit.

Balança de Capital

Conta estatística que recapitula a movimentação do ativo e do passivo, ocorrida entre um país e o resto do mundo, no decurso de um determinado período.

Balanced Scorecard

O Balanced Scorecard é um sistema de gestão de desempenho, derivado da visão e estratégia da organização, revelando os aspec-tos mais importantes do negócio. Reflete a primeira tentativa sistemáti-ca de desenvolver um projeto para o sistema de avaliação de desem-penho que enfoca os objetivos da empresa, coordenação da tomada de decisão individual e provisão de uma base para o aprendizado organizacional.

BALANCETE

Demonstrativo contábil do estado patrimonial e da situação econômico-financeira de uma empresa, referente a parte do período do exercício social.

BALANCETE TRIMESTRAL

Balanço parcial das principais contas de uma empresa. É um demonstrativo contábil do estado patrimonial e da posição econômico-financeira de uma sociedade, levantado trimestralmente.

BALANÇO

Informações econômico-financeiras que uma empresa apresenta ao mercado com determinada periodicidade. Entram nesta lista bens, créditos, dívidas e compromissos da companhia. Quem negocia ações na Bolsa de Valores é obrigado a publicar o balanço para que sirva de referência a investidores na hora de decidir comprar papéis daquela empresa

BALANÇO DE PAGAMENTOS

Levantamento da receita total do País menos suas despesas. Se o valor for positivo, ou seja, entrou mais dinheiro no País que saiu, houve superávit. Caso contrário, houve déficit. É o que acontece, por exemplo, com seu salário no final do mês, depois de pagar todas as contas

Balanço de serviços

É o item do balanço de pagamentos em que são lançadas as transações com serviços, como fretes, seguros, viagens internacionais, juros, lucros, royalties, assistência técnica etc.

Balanço de transações correntes

É a parte do balanço de pagamentos relativa à soma da balança comercial, balanço de serviços e transferências unilaterais. Também chamado de saldo em conta corrente do balanço de pagamentos.

Balanço patrimonial

Preocupa-se na demonstração dos elementos componentes do patrimônio (ativo, que representa os direitos pela empresa adquiridos e passivo, obrigações e dívidas contraídas).

Balanço patrimonial 1

Preocupa-se na demonstração dos elementos componentes do patrimônio (ativo, que representa os direitos pela empresa adquiridos e passivo, obrigações e dívidas contraídas).

BALLOONING

Termo estrangeiro que significa manipulação ilegal para valorizar ações.

Banco Central

Instituição financeira governamental que funciona como o banco dos bancos e do próprio governo. Destina-se a assegurar a estabilidade da moeda e o controle do crédito num país. Tem o monopólio do papel- moeda, exerce a fiscalização e o controle dos demais bancos e controla a importação e exportação de dinheiro e metais preciosos.

BANCO CENTRAL (BC OU BACEN)

Autoridade monetária do País responsável pela execução da política financeira do governo. Cuida ainda da emissão de moedas, fiscaliza e controla a atividade de todos os bancos no País

BANCO CENTRAL DO BRASIL

Órgão federal, executor e agente ficalizador do cumprimento das normas baixadas pelo Conselho Monetário Nacional.

Banco Comercial

Instituição financeira pública ou privada que tem como atividade principal a intermediação de crédito. Tem a função de captar verbas de agentes com recursos disponíveis e emprestar para aqueles que necessitam de tais recursos, a fim de movimentar suas atividades econômicas.

BANCO DE CRÉDITO AGRÍCOLA

Estabelecimento de crédito que opera no financiamento do crédito à agricultura e à lavoura.

BANCO DE DESENVOLVIMENTO

Instituição Financeira Pública, constituída sob a forma de S/A, com sede na capital dos Estados da Federação que detém o controle acionário. Financia Capital Fixo a longo prazo.

BANCO DE INVESTIMENTO

Instituição especializada em operações para capitalização das empresas, bem como para financiamento, a médio e longo prazo, para capital de giro e fixo, mediante a aplicação de recursos próprios de terceiros, ou de repasse de fontes oficiais e do exterior. Pode administrar fundo de sociedades de investimento, bem como fazer ""underwriting.

BANCO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO (BID)

Órgão internacional que visa ajudar países subdesenvolvidos e em desenvolvimento na América Latina. A organização foi criada em 1959 e está sediada em Washington, nos Estados Unidos

Banco Múltiplo

São bancos que operam com mais de uma carteira.

BANCO MUNDIAL

Nome pelo qual o Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) é conhecido. Órgão internacional ligado a ONU, a instituição foi criada para ajudar países subdesenvolvidos e em desenvolvimento

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL (BNDES)

Empresa pública federal vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior que tem como objetivo financiar empreendimentos para o desenvolvimento do Brasil

Banda Cambial

É a banda ou limite determinado pelo Governo para a flutuação do real frente ao dólar. O sistema brasileiro foi adotado em março de 1995.

Banda Larga

Conexão de alta capacidade, de velocidade superior a 1,544 Mbps.

BANDEIRA

Formação em um gráfico de barras, que serve para orientar o analista de investimentos assim que o movimento de alta ou de baixa se interrompa e ainda não se tenha dados para formar expectativa quanto ao seu desenvolvimento. Uma bandeira é um pequeno e compacto paralelogramo de flutuação de preço ou um retângulo inclinado na direção inversa à tendência anterior.

BANNER

Propaganda em forma de imagem gráfica utilizada na página da Internet. Normalmente, possui um link direcionando para um site promocional ou que traga mais informações sobre o produto mencionado na propaganda.

Banner ou Ad Banner (ver banner)

Anúncio nas páginas de um site, em formato de selos, sempre com link direcionado para uma URL, endereço determinado pelo anunciante.

BARGAIN COUNTER

Termo estrangeiro que significa baixa exagerada. Quando ações são vendidas a preços irrazoavelmente baixos em relação ao seu valor intrínseco.

BARGAIN HUNTER

Termo estrangeiro que significa investidor que procura, afincadamente, comprar ao menor preço.

BASA

Banco da Amazônia.

BASE MONETÁRIA

É o total de moeda do País. Inclui, além das cédulas e moedas em circulação, os depósitos a vista e a prazo, títulos, poupança, entre outros

Bate-papo

O mesmo que chat.

BBC

Bônus do Banco Central. Papel com taxas prefixadas com prazo mínimo de 28 dias. Os bancos dizem qual a taxa que querem para comprar o papel e o Banco Central aceita ou não. Serve para fazer política monetária.

BC

Sigla que significa Banco Central. Atualmente é mais utilizado BACEN.

BCG

Boston Consulting Group

BCo

Bancos Cooperativos.

BD

Bancos de Desenvolvimento.

BDR (Brazilian Depositary Receipts)

São documentos emitidos por bancos brasileiros que representam ações de companhias estrangeiras. Os BDRs podem ser negociados livremente no Brasil, inclusive nas bolsas de valores.

BEAR

Termo estrangeiro que significa especulador que espera uma baixa do Mercado, especulador pessimista. Vende títulos que não possui na expectativa de os comprar a preço menor (compra para cobrir uma venda curta).

BEAR ACCOUNT

Termo estrangeiro que significa conjunto de ações vendidas a termo pelo investidor pessimista.

BEAR MARKET

Termo estrangeiro que significa mercado de baixa.

BEAR PANIC

Termo estrangeiro que significa alta súbita (causando pânico nos que venderam).

BEAR POOL

Termo estrangeiro que significa Ver ""Bear Clique"" - Grupo formalmente organizada para provocar baixa de cotações. Tem um gerente. Nenhum membro pode negociar individualmente as ações que o grupo está manejando. Sistema geralmente proibido.

BEAR RAID

Termo estrangeiro que significa venda rápida, para causar baixa.

BEAR STOCK (SHARE)

Termo estrangeiro que significa ação ao portador.

BEARER FORM OF BOND

Termo estrangeiro que significa obrigação ao portador.

BEARISH

Termo estrangeiro que significa posição pessimista. Atitude pessimista (sobre o mercado ou em geral).

BELOW PAR

Termo estrangeiro que significa abaixo do valor par.

Bem (ou serviço) final

É um bem destinado ao consumo ou investimento final, não sofrendo nenhuma transformação ao longo do processo produtivo.

Bem (ou serviço) intermediário

É um bem que entra na composição de outro bem. É transformado ao longo do processo produtivo (matérias-primas e componentes).

Bem de consumo saciado

Dada uma variação na renda do consumidor, a quantidade demandada não se altera, coeteris paribus. A elasticidade-renda da demanda é nula. Exemplo: alimentos como arroz, sal etc.

Bem de Giffen

Trata-se da única exceção à Lei Geral da Procura. A quantidade demandada de um bem varia diretamente com o preço do bem, coeteris paribus (curva de procura positivamente inclinada). É um tipo de bem inferior.

Bem inferior

É um tipo de bem em que a quantidade demandada varia inversamente com o nível de renda do consumidor, coeteris paribus. Assim, se a renda aumenta, a quantidade procurada diminui, se a renda cai, a quantidade procurada aumenta. A elasticidade-renda da demanda é negativa.

Bem normal

É um tipo de bem em que a quantidade demandada varia diretamente com o nível de renda do consumidor, coeteris paribus. Assim, se a renda aumenta, a quantidade procurada aumenta, se a renda cai, a quantidade demandada também cai. A elasticidade-renda da demanda é positiva e menor que 1.

Bem público

Refere-se ao conjunto de bens gerais fornecidos pelo setor público: educação, justiça, segurança etc. São bens de consumo coletivo, que se caracterizam pela impossibilidade de excluir determinados indivíduos de seu consumo, uma vez delimitado o volume disponibilizado para a coletividade. O consumo do bem é não rival (ou não excludente).

Bem semi-público ou meritório

Bem de consumo coletivo, que satisfaz o princípio da exclusão (o consumo pelo indivíduo A exclui o consumo pelo indivíduo B), produzido pelo Estado (saúde, saneamento, nutrição).

Bem superior ou de luxo

A quantidade demandada varia mais que proporcionalmente a variações na renda do consumidor, coeteris paribus. A elasticidade-renda da procura é maior que 1.

BENCHMARK

Do inglês, ponto de referência ou termo de comparação. É o indicador usado para comparar a rentabilidade entre investimentos, produtos, serviços e taxas. Um exemplo: as taxas de juros dos títulos de 90 dias do Tesouro americano servem como benchmark para todas as taxas de juro dos EUA.

BENEFICIÁRIO

Em uma operação com títulos, pessoa a qual o título foi emitido ou a favor de quem o título é transferido.

BENEFÍCIOS

Bonificações, dividendos e direitos de subscrições distribuídos aos acionistas.

BENS

Tudo aquilo que tem utilidade, com ou sem valor econômico. O ar, por exemplo, é um bem livre, mas o minério de ferro é um bem econômico, porque é escasso e depende do trabalho humano para ser obtido. Os bens econômicos se dividem em cinco grupos principais. São eles: bens de capital ou de produção (máquinas e equipamentos); bens de consumo (brinquedos, um par de sapatos – aqueles que podem ser comprados pelas pessoas depois de um processo de produção ou industrialização); bens de consumo durável (máquina de lavar roupa, imóvel – que só são trocados após períodos longos de uso); bens de consumo semi-durável (carro, roupa – os que precisam ser trocados periodicamente); bens de consumo não-durável (alimentos)

Bens aloidias

São bens dos quais um indivíduo pode dispor livremente, sem necessidade de licença de qualquer outra pessoa.

Bens complementares

São bens consumidos conjuntamente.

BENS CONSIGNADOS PARA ENCRAVES TERRITORIAIS OU PARA ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS -

O território econômico de um país não inclui os encraves territoriais utilizados pelos governos estrangeiros ou organismos internacionais, fisicamente localizados dentro das fronteiras geográficas do país. Portanto, o movimento de mercadorias entre um país compilador e suas embaixadas no estrangeiro deve ser considerado uma corrente interna. O mesmo princípio de extraterritorialidade se estende ao tratamento de consignações a forças militares instaladas no estrangeiro e a instalações científicas, desde que essas consignações permaneçam exclusivamente a sua disposição. Da mesma forma, os bens recebidos ou enviados para o estrangeiro por organizações internacionais são excluídos das estatísticas comerciais dos países em que estão localizadas essas organizações.

Bens de capital

São bens que servem para a produção de outros bens, como máquinas e equipamentos.

BENS DE CONSUMO

Não duráveis ou que são gastos ou consumidos no processo produtivo; depois de consumidos, representam despesas: Ex: combustíveis e lubrificantes, material de escritório, material de limpeza etc.

Bens de consumo duráveis

São bens de consumo que prestam serviço durante um período de tempo longo, como um automóvel, por exemplo.

BENS DE RENDA

Não destinados aos objetivos da empresa. Ex: imóveis destinados à renda ou aluguel.

BENS DESPACHADOS ATRAVÉS DE SERVIÇOS POSTAIS OU DE MENSAGEIROS.

Salvo nos casos em que estes movimentos correspondam a produtos importantes, freqüentemente de escasso peso e alto valor, como os diamantes e outras pedras preciosas que serão incluídas de acordo com o detalhe das tarifas nacionais de mercadorias, o resto deste comércio será registrado como um simples total.

Bens duráveis

Categoria de bens que têm utilidade durante um grande período de tempo, abrangendo, portanto, os bens de consumo duráveis e os bens de capital.

Bens e Serviços

Produtos da atividade econômica, elementos constitutivos da produção.

Bens econômicos

São aqueles relativamente escassos ou que demandam trabalho humano.

BENS EM TRÂNSITO

Trata-se daqueles bens que entram e saem de um país com a única finalidade de chegar a um terceiro país.

BENS FIXOS OU IMOBILIZADOS

Termo contábil que representam os bens duráveis, com vida útil superior a 1 ano. Ex: imóveis, veículos, máquinas, instalações, equipamentos, móveis e utensílios.

BENS INTANGÍVEIS

Termo contábil. Não possuem existência física, porém, representam uma aplicação de capital indispensável aos objetivos. Ex: marcas e patentes, formulas ou processos de fabricação, direitos autorais, autorizações ou concessões, ponto comercial, fundo de comércio, benfeitorias em prédios de terceiros, pesquisa e desenvolvimento de produtos, custo de projetos técnicos, despesas pré-operacionais, pré-industriais, de organização, reorganização, reestruturação ou remodelação de empresas.

Bens intermediários

Bens manufaturados ou matérias-primas processadas que são empregados para a produção de outros bens ou produtos finais.

Bens livres

Bens que satisfazem necessidades e suprem carências, mas são tão abundantes na natureza que não podem ser monopolizados nem exigem trabalho algum para serem produzidos, Exemplos: ar ou a luz do sul.

BENS PARA ELABORAÇÃO

São bens enviados ao estrangeiro ou importados por um país para serem submetidos a qualquer atividade, de acordo com contrato, como a refinação do petróleo, a elaboração de metais, a montagem de veículos ou as manufaturas de vestuário. Estes bens, como os produtos resultantes da elaboração, serão registrados como exportações ou importações e valorizados antes e depois da elaboração.

BENS PARA REPARAÇÃO

São aqueles que atravessam temporariamente a fronteira para serem consertados no estrangeiro. Nestes casos, somente será incluído nos totais de exportações e importações de mercadorias o valor da reparação (honorários pagos ou recebidos, custo das peças substituídas, etc.). Sobre o valor da reparação é gerado o pagamento de tributos. (Ver admissão temporária).

Bens substitutos (ou concorrentes)

O consumo de um bem substitui o consumo de outro.

Bens-salário

Conjunto de bens que em cada país constitui a cesta de consumo básico do trabalhador, segundo seu padrão de vida. São formados pelos artigos de primeira necessidade para o trabalhador e sua família.

BI

Bancos de Investimento.

BID

Termo estrangeiro que significa oferta. Proposta. Lance de compra.

BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento)

Organização internacional criada em 1959 para prestar ajuda financeira e fomentar o desenvolvimento nos países da América Latina e do Caribe. A sede fica em Washington, nos Estados Unidos.

BID AHEAD

Termo estrangeiro que significa situação em que uma oferta foi antecipada por outra do mesmo valor ou de valor maior e que, portanto, tem preferência.

BID AND ASKED

Termo estrangeiro que significa o maior preço do comprador que, comparado com o menor preço do vendedor constitui a cotação.

BID AND OFFER

Termo estrangeiro que significa os preços a que o comprador comprará e vendedor venderá.

BID TO UP

Termo estrangeiro que significa alta através de lances.

BID WANTED (BW)

Termo estrangeiro que significa urgência de venda.

BID, LAST

Termo estrangeiro que significa última oferta.

BID, PRICE

Termo estrangeiro que significa preço oferecido para a compra.

BIG BOARD (NYSE)

Termo estrangeiro que significa New York Stock Exchange, uma das Bolsas de Valores de New York. (A outra, AMEX).

BILL OF LADING (B.L.)

Recibo dado pelo transportador ou seu agente pelas mercadorias recebidas para seu embarque ou embarcadas a bordo do navio. É um documento de título semi-negociável e, sendo um contrato ao mesmo tempo, contém evidências de primeira classe dos termos de mesmo.

BIRD DOG

Termo estrangeiro que significa investidor das situações de Cias. (lucros futuros, tendência de dividendos). Literalmente, perdigueiro.

BIT

Termo utilizado na computação que significa dígitos binários. Um sistema é construído a partir de duas unidades de informação: 0 ou 1. Cada uma delas é um bit.

Bit (Binary Digit)

Menor unidade de informação digital, equivalente a 0 ou 1.

BITMAP

Um dos formato de arquivo de imagem utilizado na Internet.

Bits por Segundo (BPS)

Unidade de medida que indica a velocidade de transferência de informações em uma rede.

BLACK FRIDAY

Termo estrangeiro que significa sexta-feira negra (colapso financeiro). Expressão nascida na crise de 1929.

BLACK MARKET

Termo estrangeiro que significa mercado negro (paralelo).

BLIND POOL

Termo estrangeiro que significa grupo de investidores controlado, temporariamente, por um só. Só o Gerente sabe o que está acontecendo.

BLOCK

Termo estrangeiro que significa um lote de ações.

BLOCK TRADE

Negócio envolvendo um grande lote de ações em Bolsas de Valores.

BLOCK-TRADE

Termo estrangeiro que significa lançamento de ações através de um grupo de corretores associados para a sua subscrição e revenda ao público.

BLOQUEIO DE POSIÇÃO

Operação através da qual um aplicador impede o exercício de sua posição mediante a compra, em pregão, de uma opção da mesma série da anteriormente lançada.

BLOW OFF

Termo estrangeiro que significa estouro. Mercado muito ativo, no auge.

BLUE CHIP

Ação de grande liquidez e procura no mercado de ações por parte dos investidores, em geral de empresas tradicionais e de grande porte. BM&F Bolsa Mercantil & de Futuros.

BLUE CHIP(S)

Termo estrangeiro que significa os títulos com melhor tradição de segurança e rentabilidade.

BLUE-CHIPS

São as ações de primeira linha, papéis de empresas que têm facilidade de negociá-los e que, por isso, são consideradas as mais seguras do mercado

BLUE-SKY LAWS

Termo estrangeiro que significa lei contra corretores inescrupulosos.

BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros)

Sediada em São Paulo, a bolsa abriga dois tipos de negociações. As negociações a vista abrangem o ouro e mercadorias agropecuárias, como café, gado, açúcar, feijão e soja. Os negócios futuros baseiam-se em previsões sobre como determinados mercados se comportarão nos próximos dias, semanas ou meses. Essas previsões são transformadas em contratos, que são comprados e vendidos livremente na BM&F. Existem contratos futuros de dólar, do índice Bovespa, de boi gordo, soja e café, por exemplo. Quem recorre a esses mercados normalmente tem um objetivo: proteger-se de flutuações nos preços dos produtos ou mercadorias.

BNB

Banco do Nordeste.

BNDES

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social - Empresa Pública exclusivamente dedicada ao estudo global dos problemas de desenvolvimento econômico e ao exame de projetos específicos, visando ao crescimento setorial e global da economia do País, aos quais concede aporte de recursos.

BNDESPAR BNDES

Participações - Surgiu com as fusões entre EMBRAMEC, FIBASE e IBRASA. BOLETA Documento no qual os operadores registram os negócios de compra e venda de ações no Recinto de Negociações das Bolsas de Valores.

BOARD LOT

Termo estrangeiro que significa unidade de troca em qualquer Bolsa. Na Bolsa de N.Y. ou do Federal Reserve Board (ou FED: Banco Central).

BOARD ROOM

Termo estrangeiro que significa sala de pregões da Bolsa.

BOILER ROOM

Termo estrangeiro que significa sala de vendas de ações duvidosas - Sala em que se opera muito especulativamente e em ações duvidosas (comum na crise de 70).

BOLETA DE OFERTA

Documento no qual os operadores registram as ofertas de compra e venda de ações; são colocadas em locais determinados para que os interessados, vendedores ou compradores das demais sociedades corretoras, possam fechar as operações.

Bolha de consumo

Acontece quando o consumo cresce muito, sem que haja condições para que essa prosperidade continue por muito tempo. Foi o que ocorreu no Brasil logo depois do Plano Cruzado, quando os juros caíram e os salários tiveram uma pequena alta. Os consumidores não se sentiam estimulados a guardar o dinheiro e passaram a gastar mais em compras — uma situação que não se manteve nos meses subseqüentes.

Bolsa de Chicago

É uma das três bolsas de mercadorias mais importantes do mundo (as outras duas são as de Nova York e de Londres). Seu forte são os negócios com grãos, como soja e trigo.

Bolsa de futuros

Mercado de commodities onde os contratos de futuros em instrumentos financeiros ou as mercadorias físicas, como trigo e soja, são comercializadas.

BOLSA DE MERCADORIAS

Instituição onde se realizam negociações com matérias-primas (café, trigo, etc.) para compra e venda futura.

BOLSA DE MERCADORIAS E FUTUROS (BM&F)

Sediada em São Paulo, ela realiza dois tipos de negócios: a vista ou futuro. Quem paga a vista movimenta um mercado em que são fechados contratos de compra e venda de commodities, principalmente mercadorias agropecuárias (gado, café, açúcar, feijão e soja) e o ouro. Nas negociações futuras entram os contratos de dólar, boi gordo, o índice Bovespa, juros, e a maioria das commodities. Quem recorre a esses mercados geralmente tem um objetivo: proteger-se de flutuações nos preços dos produtos ou mercadorias

BOLSA DE VALORES

Associação civil sem fins lucrativos. Seu objetivo básico consiste em manter local adequado ao encontro de seus membros e à realização, entre eles, de transações de compra e venda de títulos e valores mobiliários, em mercado livre e aberto, especialmente organizado e fiscalizado por seus membros e pelas autoridades monetárias.

BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO (BOVESPA)

Sediada na capital paulista, é a principal Bolsa de Valores do Brasil

Bolsa de Valores:

Associação civil sem fins lucrativos, cujos objetivos básicos são: manter local ou sistema de negociação eletrônico adequados à realização, entre seus membros, de transações de compra e venda de títulos e valores mobiliários; preservar elevados padrões éticos de negociação; e divulgar as operações executadas com rapidez, amplitude e detalhes..

BOLSA EM ALTA

Diz-se que a Bolsa está em alta, quando o índice médio do dia considerado é superior ao índice médio do dia anterior.

BOLSA EM BAIXA

Diz-se que a Bolsa está baixa, quando o índice médio do dia considerado é inferior ao índice médio do dia anterior.

BOLSA ESTÁVEL

Diz-se que a Bolsa está estável, quando o índice médio do dia considerado é igual ao índice médio do dia anterior.

Bona fide

termo estrangeiro que significa: de boa fé.

BONANZA

Termo estrangeiro que significa investimento de alta rentabilidade.

BOND

Termo estrangeiro que significa basicamente um nota promissória emitida em múltiplos de $1.000 ou $5.000. Constitui prova de uma dívida de uma companhia para com o possuidor do título. A maior parte das vezes tem garantia de hipoteca.

BOND ADJUSTMENT

Termo estrangeiro que significa obrigação que rende juro em função do lucro da Cia. Raramente emitido por ser geralmente emitido em função de reorganização financeira da companhia.

BOND COLLATERAL TRUST

Termo estrangeiro que significa obrigações garantidas por ações ou outros títulos.

BOND CONVERTIBLE

Termo estrangeiro que significa obrigações conversíveis em ações da mesma companhia.

BOND COUPON

Termo estrangeiro que significa com cupons destacáveis.

BOND DEBENTURE

Termo estrangeiro que significa debênture.

BOND DEFERRED

Termo estrangeiro que significa obrigação com o vencimento adiado por acordo entre o emissor e o tomador.

BOND VALUATION

Termo estrangeiro que significa avaliação de obrigação.

BOND YIELD

Termo estrangeiro que significa rendimento proporcional por um título.

BOND, (REGISTERED)

Termo estrangeiro que significa obrigação nominativa.

BOND, ASSUMED

Termo estrangeiro que significa obrigações garantidas por uma segunda Cia.

BOND, BEARER

Termo estrangeiro que significa ao portador.

BOND, CALLABLE

Termo estrangeiro que significa obrigação resgatável antes do vencimento.

BOND, CLASSIFIED

Termo estrangeiro que significa emissões diferentes quanto a preço, vencimento e por vezes, grau de preferência.

BOND, DISCOUNT (AND EXPENSE)

Termo estrangeiro que significa desconto e despesas (de obrigações e debêntures).

BOND, FACE VALUE OF

Termo estrangeiro que significa valor nominal da obrigação.

BOND, GENERAL MORTGAGE

Termo estrangeiro que significa obrigação garantida por uma segunda hipoteca.

BOND, GUARANTEED

Termo estrangeiro que significa obrigação garantida por terceiros.

BOND, HIGHGRADE

Termo estrangeiro que significa obrigação de primeira classe.

BOND, INCOME

Termo estrangeiro que significa obrigação com renda, ou cujo pagamento de juros depende dos lucros da empresa.

BOND, INDENTURE

Termo estrangeiro que significa contrato ou cláusulas sob as quais o título foi emitido e que podem estabelecer prazo, juro, etc.

BOND, INTERCHANGEABLE

Termo estrangeiro que significa obrigação que pode ser convertida de ao portador para nominativa, e vice-versa.

BOND, MORTGAGE

Termo estrangeiro que significa obrigação garantida por hipoteca.

BOND, MUNICIPAL

Termo estrangeiro que significa obrigação de dívida pública emitida a nível estadual, municipal, etc., para financiamento de obras de interesse público.

BOND, OPTIONAL

Termo estrangeiro que significa obrigação resgatável pelo emitente antes do vencimento.

BOND, PREMIUM

Termo estrangeiro que significa ágio. Diferença entre o valor negociado e o valor nominal.

BOND, QUALITY RATINGS

Termo estrangeiro que significa sistema de avaliação das qualidades de cada título.

BOND, REDEEMABLE

Termo estrangeiro que significa obrigação resgatável antes do vencimento.

BOND, REGISTER

Termo estrangeiro que significa registro de obrigações.

BOND, REVENUE

Termo estrangeiro que significa obrigação emitida para financiamento de obras públicas. Tanto o principal como os juros serão pagos pela receita (pedágio, etc.) produzida pelo projeto financiado.

BOND, SECURED

Termo estrangeiro que significa obrigações garantidas por ativos.

BOND, SERIAL

Termo estrangeiro que significa obrigações rotativas emitidas em conjunto, mas com vencimentos diferentes.

BOND, UNSECURED

Termo estrangeiro que significa obrigação sem garantia real.

BONDED DEBT

Termo estrangeiro que significa dívida pública baseada em obrigações.

BONDED-GOODS

Termo estrangeiro que significa mercadoria sob retenção alfandegaria.

BONDS, TERM

Termo estrangeiro que significa obrigações emitidas em conjunto e com o mesmo vencimento.

Bonificação

Ações distribuídas gratuitamente aos acionistas, em decorrência de aumento de capital realizado por incorporação de reservas.

BONIFICAÇÃO EM AÇÕES

Ações emitidas por uma empresa em decorrência de aumento de capital, realizado pela incorporação de reservas e/ou de outros recursos, e distribuídas gratuitamente aos acionistas, na proporção da quantidade de ações que já possuem.

Bonificação em ações (filhotes)

Ações emitidas por uma empresa em decorrência de aumento de capital, realizado por incorporação de reservas e ou de outros recursos, e distribuídas gratuitamente aos acionistas, na proporção da quantidade de ações que já possuem.

BONIFICAÇÃO EM DINHEIRO

Distribuição aos acionistas, além dos dividendos, de valor em dinheiro referente as reservas até então incorporadas.

BONIFICAÇÃO FISCAL

Bônus ou certificados de crédito, outorgados pela autoridade fiscal de um país a seus produtores/exportadores por conceito de benefícios tributários

BÔNUS

Gratificação dada aos funcionários de uma empresa após um determinado período (normalmente um ano) que costuma ser proporcional aos resultados obtidos pela empresa naquele período. O termo vale ainda para ações distribuídas gratuitamente aos sócios quando a empresa aumenta seu capital. Também se refere aos títulos da dívida pública emitidos em série ao portador e com vencimento em data predeterminada, usados pelo governo adiantar receitas e pagar débitos fiscais

Bônus conversível

Bônus cujas cláusulas permitem que seja convertido em ação da empresa que o emitiu a uma razão fixa de troca.

BÔNUS DE SUBSCRIÇÃO

Título negociável, emitido por uma empresa dentro do limite de aumento de capital autorizado nos estatutos, e que dá direito à subscrição de ações.

Bônus descontado

Obrigação cujo valor de emissão, ou preço de cotização, é inferior ao valor facial do título.

BONUS STOCK

Termo estrangeiro que significa ações dadas em bonificação como prêmio de funcionários.

BOOK VALUE

Termo estrangeiro que significa valor contábil.

BOOK VALUE PER SHARE OF COMMON STOCK

Termo estrangeiro que significa "Patrimônio líquido por ação ordinária. Calcula-se: Soma do ativo menos intangível.

Bookmark ou Favoritos

Ferramenta capaz de armazenar no próprio browser do computador endereços de sites.

BOOM

Fase do mercado de ações em que o volume de transações ultrapassa, acentuadamente, os níveis médios de determinado período; as cotações atingem níveis extremamente altos.

Boot

Procedimento de inicialização de microcomputador.

BOTTOM

Termo estrangeiro que significa preço de ações depois de uma longa baixa.

BOTTOM DROPPED OUT OF THE MARKET

Termo estrangeiro que significa queda súbita de cotações.

BOTTOM OUT

Termo estrangeiro que significa nivelamento dos preços depois de uma baixa.

BOTTOM PRICE

Termo estrangeiro que significa menor preço.

BOURSE

Termo estrangeiro que significa bolsa de Valores francesa.

BOVAPP

Bolsa de Valores Pernambuco e Paraíba.

BOVESPA

Bolsa de Valores de São Paulo.

BOVMESB

Bolsa de Valores Minas-Espírito Santo-Brasília.

BOX COUNT

Termo estrangeiro que significa contagem periódica, pelo corretor, dos títulos de clientes em sua posse.

BP

Balanço Patrimonial

Bradies

Papéis da dívida externa de países em desenvolvimento, renegociados de acordo com as regras do Plano Brady. O plano tem esse nome em referência ao ex-secretário do Tesouro Americano, Nicholas Brady. O reescalonamento baseou-se na emissão de títulos para substituir a dívida externa desses países. Na conversão foi aplicado um desconto no valor dos empréstimos.

Brainstorming (tempestade de idéias)

Um grupo de pessoas tendo idéias sobre um determinado assunto ou problema, sem censura, com alguém estimulando a todos e anotando tudo falado. também conhecido como "Tempestade Cerebral" ou "Toró de Palpites", é uma técnica usada para ajudar a criar o máximo de idéias possíveis em curto período de tempo. As pessoas dão suas idéias e à medida que elas aparecem, são listadas. Neste momento, é mais importante a quantidade, o fluxo de idéias. O objetivo é que uma palavra ou idéia "complemente" a outra. As idéias devem ser escritas com as mesmas palavras utilizadas pela pessoa, não devendo ser interpretadas. Esta prática proporciona o entusiasmo no grupo, o envolvimento de todos e, normalmente, resulta em soluções originais para os problemas. É uma técnica para reuniões de grupo que visa ajudar os participantes a vencer as suas limitações em termos de inovação e criatividade. Criada por Osborn em 1963, uma sessão de brainstorming pode durar desde alguns minutos até várias horas, consoante as pessoas e a dificuldade do tema. Em regra, as reuniões não costumam ultrapassar os 30 minutos. O brainstorming tem quatro regras de ouro: nunca critique uma sugestão; encoraje as idéias bizarras; prefira a quantidade à qualidade; e não respeite a propriedade intelectual. Além de zelar para que todos os participantes (geralmente entre 6 e 12 pessoas) cumpram as regras, o líder da sessão deve manter um ambiente relaxante e propício à geração de novas idéias.

BRAZILIAN DEPOSITARY RECEPTS (BDR)

Títulos emitidos por bancos nacionais de empresas estrangeiras interessadas em fazer negócios ou captar investimentos no País

BREAK

Intervalo comercial em rádio e TV.

BREAK EVEN POINT

Ponto de equilíbrio, em português. É o empate entre despesas e receitas de uma empresa. Receita maior que a despesa significa que a companhia tem lucro. Abaixo, é prejuízo. O termo também se aplica a cotações de ações e outros ativos. Com cotações superiores ao break even point o investidor ganha; com valores inferiores, perde.

BREAK UP VALUE

Termo estrangeiro que significa diferença entre o valor contábil e o valor do mercado das ações que uma companhia investidora quer liquidar.

Break-even (ponto de equilíbrio)

É a quantidade da produção que iguala receitas a despesas, a partir da qual a empresa passa a auferir lucros.

BREAK-EVEN POINT

É o ponto de equilíbrio, quando as receitas da empresa se equivalem às despesas. Quanto mais tempo a empresa estiver operando no vermelho, maior a chance de se inviabilizar por falta de capital. Uma das principais causas da quebradeira das ponto-com em 2000 foi o descuido com esse "pequeno" detalhe. Esse quadro já mudou e hoje, o equilíbrio financeiro em um prazo não muito longo, é uma das principais preocupações dos empreendedores e investidores.

Briefing

Informações fornecidas pelo anunciante que sintetiza diretrizes e metas do anunciante para uma campanha publicitária.

BRIGADA

Queda acentuada seguida de recuperação, do preço de um papel ou do índice de lucratividade da Bolsa durante um pregão. BBF Bolsa Brasileira de Futuros.

BRING OUT

Termo estrangeiro que significa introduzir ou oferecer novas ações ou títulos.

BROAD MARKET

Termo estrangeiro que significa mercado firme, amplo.

BROKER

Corretor de seguros ou de resseguros. Agente ou corretor que representa o dono ou comprador de uma mercadoria, cujas funções são atuar como intermediário entre o cedente e o ressegurador, encarregando-se -em troca de uma comissão- de encontrar colocação para determinados riscos, cujo volume ou especial perigosidade tornam aconselhável seu resseguro.

BROKER, FLOOR

Termo estrangeiro que significa operador que executa, na sala de pregões da bolsa, ordens de outros operadores.

BROKER, ODD-LOT

Termo estrangeiro que significa corretor especializado na compra e venda de um número quebrado de ações.

BROKER, OUTSIDE

Termo estrangeiro que significa corretor de Cias. não inscritas na Bolsa de Valores.

BROKER, PUT AND CALL

Termo estrangeiro que significa corretor que lida com opções.

BROKERAGE

Termo estrangeiro que significa corretagem.

BROKERAGE ACCOUNT

Termo estrangeiro que significa conta mantida com um corretor.

BROKERAGE COMMISSION

Termo estrangeiro que significa comissão de corretagem.

BROKERAGE FEE

Termo estrangeiro que significa taxa de corretagem.

BROKERAGE SPECIALIST

Termo estrangeiro que significa especialista de corretagem. Executa transações para outros corretores.

BROKER'S LOAN

Termo estrangeiro que significa empréstimo de corretor para financiar compras de clientes.

BROWSER

Programa de software que permite que o computador tenha acesso à Internet, como o Explorer, Netscape ou Ópera.

BUBBLE

Termo estrangeiro que significa ""Bolha"". (Negócio fraudulento ou ilusório).

BUCK ROGERS

Termo estrangeiro que significa ações com alta súbita. Inspirada pelo herói de histórias em quadrinhos.

BUCKET SHOP

Termo estrangeiro que significa estabelecimento ilegal de corretagem.

BUCKETING

Termo estrangeiro que significa especulação ilegal.

Buffer

Meio de armazenamento temporário de dados para compensar as diferenças nas velocidades do tráfego de informações durante a transmissão.

Bug

Problema que causa mau funcionamento de um ou mais componentes de um sistema computacional.

BULGE

Termo estrangeiro que significa alta brusca, pequena e temporária das ações.

BULL

Especulador que espera uma alta do mercado.

BULL ACCOUNT

Termo estrangeiro que significa carteira mantida na previsão de uma alta de preços.

BULL CAMPAIGN

Termo estrangeiro que significa operações coordenadas para forçar alta.

BULL CLIQUE

Termo estrangeiro que significa grupo informal de investidores que visam forçar alta no mercado.

BULL MARKET

Termo estrangeiro que significa mercado otimista.

BULL POOL

Termo estrangeiro que significa grupo formalmente organizado para forçar alta (considerado ilegal).

BULLISH

Termo estrangeiro que significa otimista.

BUNCHED

Termo estrangeiro que significa ordens de compra ou venda de clientes diferentes, reunidas num só lote, possibilitando a operação em uma só vez.

BURN RATE

A velocidade que um negócio gasta com os fundos de investimento.

BUSINESS FORMAT FRANCHISING

Franchising de Negócios – Franquia Empresarial: Sistema de franchising formatado que uniformiza, por meio de um manual, a operação, a administração, o marketing e o padrão visual da rede de franquias. Caracteriza a franquia profissional.

BUSINESS-TO-BUSINESS

Refere-se a transações de negócios realizadas entre empresas através da Internet .

BUSINESS-TO-CONSUMER

Refere-se à venda de produtos feita na Internet diretamente para o consumidor.

BUY AND PUT AWAY

Termo estrangeiro que significa filosofia de investimento: a melhor maneira de ganhar é comprar ações e guardá-las.

BUY BACK

Termo estrangeiro que significa compra de títulos por alguém que anteriormente os vendera sem os possuir.

BUY BACK IN

Termo estrangeiro que significa compra forçada de ações, para satisfazer os termos de um contrato.

BUY ON SCALE

Termo estrangeiro que significa investir de maneira a reduzir os custos médios do investimento.

BUY ON SCALE ORDER

Termo estrangeiro que significa ordem de compra dada a um corretor para execução gradual segundo determinadas mudanças de preços.

BUYER'S ORDER

Termo estrangeiro que significa á ordem do comprador.

BUYING POWER

Termo estrangeiro que significa dinheiro disponível numa conta e que pode ser aplicado na compra de ações.

BUZZ

Forma de divulgação de uma empresa utilizando-se a mídia, eventos e fatos para gerarem notícia.

BVBSA

Bolsa de Valores Bahia-Sergipe-Alagoas.

BVES

Bolsa de Valores do Extremo Sul.

BVPR

Bolsa de Valores do Paraná. BVRg Bolsa de Valores Regional.

BVRJ

Bolsa de Valores do Rio de Janeiro. BVST Bolsa de Valores de Santos.

BY ON SCALE OUTRIGHT

Termo estrangeiro que significa comprar ações pagando no alto, em dinheiro.

BYTE

Termo utilizado na computação que é conjunto formado por oito bits. Bit é a menor unidade digital de informação, representada por 0 ou 1.

 

Termos: # | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


 

Abrir Conta bancária suíça - Duvidas Conta Suiça - Conta Suíça numerada - Ordem Conta bancária suíça - Conta bancária no caribe - Conta bancária na Áustria - Conta Bancaria Latvia - Conta bancária em alemão - Conta Nos Estados Unidos - Duvidas Conta EU - Ordem Conta nos EUA - Cartão anónimo Maestro - Pedir Cartão anónimo - Contato - Mais Informação - Glossário de termos Empresarial - Diccionario de finanças em inglês - Bancos centrais - Bancos da Suíça - Reguladores de Valores no mundo - O qui é Forex - Mapa du Site


Copyright © 2005 - 2016 Contas Bancarias Offshore

 

The information contained in this Website is not meant to substitute qualified legal advice given by a specialist knowing your particular situation. We are not a bank and can’t be held responsible for any loss or damages whether direct, incidental, indirect, special, or consequential, among others, relating access to this Web site. Read our Disclaimer / Terms and Conditions